Em busca de sentido para a vida

solidao-221

Com o passar dos anos alguns hábitos foram inseridos na sociedade e  incorporados no dia a dia das pessoas. Como por exemplo: O imediatismo, que podemos encontrar em vários segmentos, na alimentação (os fastfood, comidas rápidas, etc. ) na saúde, onde vários sintomas são tratados imediatamente com medicamentos. Na saúde mental que apresenta um aumento no consumo de remédios na tentativa de curar a dor da mente.

Na realização dos nossos desejos também queremos que seja rápido e porque não dizer instantâneo, dando lugar rapidamente a outro desejo.  Através deste ciclo, sem perceber, o indivíduo passa a viver apenas buscando satisfazer seus desejos imediatos. Outro fator  é a mudança nas relações interpessoais, gerado pela perda do vínculo “face a face’’ proveniente desta nova era tecnológica.

Do ponto de vista psicológico, surge um indivíduo narcisista, individualista, sem preocupação com os compromissos e com os outros, diminuindo assim o investimento em troca afetivas.

Com o passar do tempo, o sentido de viver vai se perdendo no meio deste processo automático da realização dos desejos e da perda da afetividade entre as pessoas. Para viver de forma plena e saudável o indivíduo precisa de um sentido para sua vida, com objetivos e projetos de vida. Esta experiência é unica e não pode ser imposta, pois depende dos valores e experiências de cada um. Projetar um futuro nos auxilia a enfrentar as adversidade da vida e gera momentos de felicidade que nos impulsiona para novos desafios.

Quando a vida perde o sentido para o indivíduo, surge a experiência do vazio existencial, vivido como inércia, aborrecimento e apatia, a sua persistência conduz a frustração. Desta frustração originam-se as neuroses, estima-se que cerca de 20% das neuroses são provocadas por este sentimento. Dentro deste vazio existencial podemos observar alguns comportamentos específicos.

Comportamento vegetativo: É o grau mais extremo da falta de sentido, no qual o indivíduo mostra incapacidade de acreditar no que faz ou imagina fazer.

Comportamento niilista: Desacreditar em tudo, vivendo com desgosto, incapacidade de avançar.

Comportamento aventureiro: Associado a estados de depressão e de euforia, pode envolver comportamentos de risco para a saúde como por exemplo; uso de substâncias ilícitas.

Comportamento conformista: É uma mudança de comportamento ou crença em relação a um grupo ou pessoa, como resultado de pressões desse grupo.

O vazio existencial pode iniciar em qualquer período do desenvolvimento humano. Buscar pelo tratamento ajuda a reduzir as taxas de suicídio e auxilia a reprogramar a vida de forma realista. Estas são medidas cautelosas que podem atuar ajudando o indivíduo a passar por este momento.

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s