As funções exercidas pela mãe no desenvolvimento da personalidade

size_810_16_9_foto_1Escrito por: Rosana Ribeiro (psicóloga clínica)

Achei interessante quando fiz uma busca na internet com o titulo “como segurar o bebê” e encontrei 696.000 resultados. Pensei nesta importância e resolvi escrever um pouco sobre a teoria de Winnicott, onde ele descreve de forma cientifica, porque é tão importante saber segurar um bebê, e vamos observar que vai além do cuidado para não deixar cair e machucar.

Nos primeiros seis meses o bebê depende absolutamente da mãe, porem ele não tem condições psíquicas para perceber esta dependência, assim como num passe de mágica a mãe percebe tudo que ele necessita e atende ao seu chamado, dando a impressão de que a mãe faz parte dele.

Winnicott traz em sua teoria o Handling e o Holding:

O Handling, se refere a manipulação do bebê, enquanto ele é cuidado, processo importante e necessário para seu bem estar físico. É neste momento que através do contato da mãe ela vai unindo seu corpo a sua psique, o toque faz com que o bebê tenha sensações agradáveis de amor e afeto, que são transmitidas para seu cérebro. Esse processo aliado ao leite materno, proporciona uma integralização saudável com o ambiente.

O Holding, termo que vem do verbo inglês TO HOLD que significa, segurar, manter, ter a capacidade para conter e aguentar, sendo essas as funções transmitidas à mãe, que auxilia na construção da personalidade do filho. Nascemos frágeis e desprotegidos, e neste primeiro momento é necessário que possamos contar com um organismo que nos sirva de apoio a sobrevivência e também simbolicamente fornecer a experiência do amor e da proteção.

É neste processo que a mãe se apresenta como espelho do bebê, é através de seu rosto, suas expressões, seu sorriso, seu olhar que a criança fica marcada em seu ego infantil com o símbolo da confiança e importância no outro.

Quando existe falha num desses processos o bebê busca outras formas de se adaptar a estas falhas, deixando marcas na sua personalidade, afetando a motivação, criatividade e sensação de confiança. Após os seis meses a criança não é mais dependente absoluta, se aproveita destas falhas para se desenvolver.

Neste processo a mãe, o pai e o ambiente são importantes e exercem um papel na construção da personalidade do bebê.

Dicas de cuidados com o bebê: http://brasil.babycenter.com/v6200019/como-erguer-o-recém-nascido

4 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s