O senhor das moscas

O título é uma referência a Belzebu (do nome hebraico Ba’al Zebub), um sinônimo para o Diabo. Vem representado na cabeça de um animal colocada na porta de uma gruta aonde acreditam habitar um monstro. O cheiro e o sangue do animal, atraí várias moscas ao local.

 

Unknown

O Senhor das Moscas (Brasil) ou  (Lord of the Flies, em inglês) é um livro escrito por William Golding, vencedor do Prêmio Nobel em 1983. Foi publicado em 1954. Adaptado para o cinema em 1963 por Peter Brook, e novamente em 1990, passou a ser exibido em diversas instituições educacionais.

 

Este filme pode ser analisado em diversos contextos, desde o comportamento grupal, a ausência dos pais ou de um cuidador, o nosso poder de tomar decisões baseado no medo e desamparo, a importância de não se deixar influenciar, saber controlar as emoções, e muitos outros aspectos.

O elenco do filme é surpreendente por se tratar apenas de crianças na faixa de 11 a 15 anos, que vivem em ambiente de guerra, começa com um naufrágio, e encontram abrigo numa ilha, com comida e água em abundância.

O comandante se feriu no acidente, os meninos ficam sem os cuidados de um adulto, nos primeiros dias se ajudam mutuamente. Todos trabalham e se deslocam em fileiras, cantarolando, como se estivessem num quartel.

A ordem é mantida pelo símbolo da concha encontrada no mar, quando ela é tocada todos se direcionam para uma assembleia. Algumas regras são estabelecidas e a principio todos concordam. O líder foi escolhido pelo voto unanime “Ralp”, segundo Kurt Levin (filósofo), na liderança democrática, as decisões são tomadas pela maioria, o líder é apenas um representante da vontade de seus liderados, nesse tipo de liderança os liderados não se tornam dependentes de seu líder são capazes de tomar decisões e executarem tarefas sem o comando do líder, essa era a liderança de Ralp.

Características de alguns personagens centrais:

O coronel o único adulto no meio do grupo, se feriu com a queda do avião e passou a exigir cuidados, ficou debaixo de uma árvore sendo mantido longe dos bichos por um mosquiteiro, a febre o deixou um pouco debilitado em alguns momentos se levantava e gemia o que causava medo em alguns membros do grupo, numa noite  o coronel se levanta e  desaparece pela ilha.

Jack, era o mais pessimista, exercia uma certa influência no grupo por causa da sua rebeldia e sua agressividade, alguns membros do grupo o respeitava porque o temia, sua liderança era mantida pela força bruta, autor de bullying em alguns membros do grupo, era um menino que tinha a maldade dentro de si e não queria ser resgatado, queria permanecer na ilha, seu comportamento se tornou “Selvagem” e quase todos o seguiram e fazia aquilo que ele mandasse, inclusive matar.

Piggy, inteligente, sensato, movido pelo positivismo, sentia que poderiam sair da ilha, vítima de bullying pelos amigos, não se deixava abater exigia sua posição no grupo.

Ralp, otimista, era o líder escolhido pelo grupo, não se deixou corromper em nenhum momento, seguiu seus princípios, exigia justiça.

Simon, o mais cuidadoso com todos, acreditava que seriam salvos, queria viver, num dia cuidando do comandate, sonhou que estava indo embora com o comandante, e foi isso que aconteceu no meio do filme, ambos “partem” de forma inesperada e violenta.

O grupo se dividiu, entre o grupo de Ralp e de Jack, é nesse momento que podemos perceber como um grupo se comporta diante de seu líder, se a pessoa que lidera tem princípios o grupo também o terá, caso contrário podem serem incitados ao ódio e violência sem medida. Kurt Levy, entre seus estudos sobre liderança identificou a liderança  autocrítica exercida por Jack,  onde ocorre a total centralização do poder, exercido através da coerção, esse tipo de liderança  gera maior produtividade, elevando o grau de dependência dos integrantes do grupo em relação ao líder, chegando ao ponto de não saberem produzir sem a sua presença.

O grupo de Jack começa a pintar o rosto como símbolo de guerra e se intitulam como caçadores, a principio caçam animais para comer, porem não demora para que comecem a caçar seus próprios amigos que estão no outro grupo.

Diante de uma fogueira para comer o porco que conseguiram caçar, cantam uma musica que diz “encontramos o nosso lar”, um lar sem regras, sem moral, sem companheirismo e amor ao próximo. Diante desta fogueira incitados pelo ódio Jack vai lançando nomes dos participantes do grupo para serem alvos de “caça”, diante da fogueira cantam e correm em circulo, jogando a lança sobre o amigo que Jack menciona o nome, no auge da selvageria, incitados pelo ódio, Simom vem correndo para avisar que tudo esta bem que o monstro procurado por todos não é um monstro, mas sem pensar Jack grita “matem quem se aproxima”,  e todos jogam a lança sobre o próprio amigo que acaba morrendo na beira da praia.

O filme é marcado por muitas cenas que levam a reflexão sobre a violência sem medida, sobre esse comportamento de grupo que vemos nos estádios de futebol que algumas pessoas são atingidas apenas por estarem no lugar errado, o que choca no filme é que esses atos são cometidos por crianças, as mesmas que nós adultos vemos com olhos de inocência.

O que não pode ficar de lado é o contexto do filme as crianças do enredo são crianças acostumadas com a guerra, que foram tirada de seus lares a espera da guerra terminar, e era isso que acontecia quando o avião caiu, elas retornavam aos seus lares.

A separação do grupo é marcada por uma forte tempestade, onde muitos ficaram assustados e se sentiram frágeis precisando se juntar a um grupo que aparentemente era mais forte.

É um bom filme para ser assistido e trabalhado alguns conceitos morais com as crianças, adolescentes, e até mesmo nós adultos.

Abaixo deixo o link do filme completo.

O Senhor das moscas

 

 

 

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s